252900460 geral@edf-edu.pt
Aurélio Fernando

Aurélio Fernando Martins Pereira

  Nasce em Lordelo, Guimarães, a 27 de Abril de 1928. Filho de José Maria Martins Pereira e de Alzira Correia de uma família composta de quatro filhos, sendo o mais novo de todos os irmãos. Um partiu bem cedo desta vida e eterna saudade, deixou outros dois singraram no campo empresarial, com grande sucesso. A Aurélio Fernando estava destinado o caminho das letras, da oratória, da escrita ensaísta e sobretudo poética, para além de uma vida plena de Humanismo.

  Fez a primária em Lordelo, na escola do Professor Luís Machado, sendo-lhe atribuído o Prémio da Sociedade Martins Sarmento, de Guimarães, pelas distintas provas dadas, ao longo desses quatro anos. Segue-se, em 1940, o Seminário, em Braga, para onde parte menino e moço, lugar de progressão dos estudos, dada a vivência religiosa que se vivia nas famílias, atendendo às dificuldades financeiras de então, e à escassez de escolas na região. Em 1952, é ordenado sacerdote em agosto e, em outubro, vai paroquiar para a Igreja Matriz de Viana do Castelo, cerca de nove meses. De seguida, matricula-se na Universidade de Salamanca, para completar a licenciatura, em 1955, e fazer, em 1956, o Doutoramento. De regresso ao seu querido Minho, é convidado para Assistente Espiritual da Fundação Narciso Ferreira, iniciando todo um percurso de Homem Humanista, Social e culturalmente rico, que sempre o caracterizou, fixando residência em Riba de Ave.

  Exerce inúmeros cargos na Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, desde Membro do Concelho Municipal a Vereador da Cultura, Deputado Municipal a Presidente da Casa da Cultura, sendo agraciado, posteriormente, com a Medalha de Honra, de Mérito Cultural. Colabora com jornais e revistas da região, sendo redator do Gabinete de Imprensa de Guimarães; torna-se sócio efetivo do Grémio Literário – Lisboa, da Sociedade Histórica da Independência de Portugal, da Sociedade Portuguesa de Autores, da Sociedade Martins Sarmento, em Guimarães, da qual vem a ser mais tarde, Membro da Direção.

  No campo do ensino, como pedagogo, professor e educador é Fundador, proprietário e Diretor do Externato Delfim Ferreira e cofundador da Cooperativa de Ensino DIDÁXIS, em Riba de Ave, cargos desempenhados com muito carinho, empenho e dedicação que irão ser reconhecidos publicamente, pela atribuição da Menção Honrosa do Ministério da Educação, em 1992 e pela atribuição do Grau de Comendador da Instrução Pública, entregue por Sua Ex.ª o Presidente da República, em junho do mesmo ano. Colabora com várias Instituições locais, desde as Corporações de Bombeiros de Riba d`Ave e Famalicão, até à Fundação Narciso Ferreira, onde desempenha o cargo de Administrador.

  Como poeta e ensaísta, destaca-se toda a sua vasta obra publicada, ao longo de mais de cinquenta anos, que incluiu cerca de dez ensaios e estudos monográficos e quinze títulos de poesia.

Bibliografia